• 11 99511-1782
  • ari.m@mnip.com.br

Foxconn e Microsoft em caso de violação de patentes

A Foxconn, a fabricante asiática dos eletrônicos da Apple, Dell, HP, Sony e Microsoft, respondendo ao processo de infração de patentes da Microsoft, disse que, como é uma subcontratada da Microsoft, não tem a prerrogativa de pagar royalties pelo software da desenvolvedora americana.

Mais recentemente, a Microsoft registrou uma queixa no Distrito Norte da Califórnia contra a subsidiária da Foxconn, a FIH Mobile Ltd, e alegou que os royalties advindos das patentes da Microsoft utilizados em dispositivos de clientes da referida subsidiária (incluindo um grande marca chinesa de smartphones) não foram pagos pela Foxconn.

O fundador e CEO da Foxconn, Terry Gou, disse em entrevista coletiva que  violação de patentes não é um problema para a Foxconn, já que esta empresa não deve sofrer quase nenhuma perda por ações judiciais como esta.

A Foxconn nunca teve de pagar à Microsoft nenhuma taxa referente a patentes“, disse Gou na dita coletiva de imprensa.

A Microsoft, em seu comunicado, afirmou que assinou um contrato com a detentora da da Foxconn, a Hon Hai, em 2013, e que o conteúdo do presente processo judicial está previsto no referido contrato.

Em um comunicado oficial da Microsoft, foi dito que: “como a Microsoft adota uma abordagem bastante séria para cumprir suas obrigações contratuais, ela também espera que outras empresas sigam diligentemente os seus compromissos contratuais“.

A Foxconn antigamente operava sob o nome Hon Hai Precision Industry Co Ltd e ganhou a atenção mundial depois de começar a montar iPhones para a Apple.

O anúncio da ação judicial foi recebido pela Foxconn na última terça-feira (12.03.2019), deixando seu CEO “bastante irritado, mas disposto a se defender das acusações“, revelou uma pessoa próxima a Gou sob prerrogativa de anonimato.

Na coletiva de imprensa, Gou alertou as empresas fabricantes de software a não intimidarem seus parceiros fabricantes de aparelhos eletrônicos.

Pamela Wilson de News Stories World

tradução e adaptação: http://www.oconsultorempatentes.com

Fonte: link 

imagem: oconsultorempatentes em adaptação de unsplash

Mais conteúdo

Confira outros artigos recentes

Compartilhe sua opinião

Conte com quem tem mais de 10 anos de experiência